TextoFérias 1 – Os meus guaches

Lá vou eu, estrear os meus Guaches novos.

Estava com inspiração e comecei a Pintar

Pintar o azul

Que para mim significa o meu Sonho, tantos caminhos por ultrapassar

Pintar o Rosa

Para mim significa a imensa Ansiedade de um dia o poder concretizar

E por Fim, Pintar o Preto

O preto para significar o Tempo que vou ter de esperar para algum dia o concretizar

 

Next!!!

 

O meu segundo trabalho tem um significado verdadeiramente especial

Com tantas interpretações a ter, eu escolhi uma

“Apesar do nosso mundo ser cinzento

Nunca é tarde para o tentar colorir

Mas se a angustia é tanta

Há sempre um Lugar para Fugir”

 

 

Mas agora

Chega de Preto, Chega de Cinzento

Os meus Guaches querem despertar a Cor

A cor viva

Que para mim, a mais de todas as Cores

É o Amarelo

E se nos quisermos,

È o Amarelo que

nos pode acordar Bem Dispostos

nos pode alegrar por todo o dia

E uma das cores que fiz

Foi o Verde

“A esperança é a Ultima a Morrer”

Ups, os meus guaches estão a acabar!

Até outra vez

 

 

(nao rima, mas nao é para rimar)

4 responses to “TextoFérias 1 – Os meus guaches

  1. Pois é, os quadro com cor ficam sempre mais bonitos…
    Tá fixe!;):D

  2. enganei-me, queria dizer “com cor ” e disse “sem cor” corrige sff

  3. Tu escreves bem ;)

  4. marcelo… se qisrs vr um dus meus textos d férias vai au meu hi5… nu diário! (n sei se já foste lá) a ultima entrada nu diário!
    cumenta!
    bjo*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s